Observatório do Net-Ativismo

Coordenador: José Bragança de Miranda

Integrado no GI Cultura, Mediação e Artes do ICNOVA, este observatório faz parte da rede internacional Net-Activism International Research Network, filiada no Atopos Lab da Universidade de São Paulo, sob coordenação do professor Massimo di Felice. Várias iniciativas têm sido desenvolvidas neste âmbito, nomeadamente no quadro dos encontros do Observatório Internacional de Net-Ativismo e da referida rede internacional.

No âmbito das atividades deste Observatório, Marina Magalhães de Morais defendeu recentemente a sua tese de doutoramento na FCSH NOVA (15 de Janeiro de 2018) com uma investigação intitulada “Net-ativismo e ações colaborativas nas redes sociais”, tendo sido orientada por José Bragança de Miranda.

ICNOVA assina protocolo de colaboração com o Centro de Pesquisa Atopos da USP

Acordo foi firmado em Seminário que celebrou a constituição do Observatório de Net-Ativismo no Instituto de Comunicação da Nova

O Instituto de Comunicação da Nova (ICNOVA) assinou um protocolo de colaboração com o Centro Internacional de Pesquisa Atopos, sediado na Universidade de São Paulo (USP), celebrando a sua integração ao Observatório Internacional de Net-Ativismo. O acordo foi firmado no último dia 18 de maio, no âmbito do Seminário Internacional sobre Net-Ativismo promovido na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

O evento contou com a participação do Prof. Dr. Massimo Di Felice (Atopos/USP), coordenador internacional do Observatório, que proferiu a palestra “Net-Ativismo e a qualidade conectiva das interações digitais em rede”. O protocolo teve a assinatura de Di Felice e do Prof. Rui Cádima, diretor e investigador do ICNOVA.

As atividades do Observatório de Net-Ativismo, recém-constituído no ICNOVA e integrado ao Grupo de Investigação “Cultura, Mediação e Arte”, serão coordenadas, a nível científico, pelo Prof. José Bragança de Miranda, e no plano executivo por Marina Magalhães, investigadora integrada do ICNOVA e do Atopos.

Além dos referidos professores, docentes e investigadores integrados ao ICNOVA – os Profs. Jorge Rosa e Marisa Torres da Silva – debateram o Net-ativismo e as ações colaborativas nas redes sociais digitais, com a apresentação de projetos de investigação que coordenam sobre a temática. Estudantes de Mestrado e Doutoramento também participaram do evento, com apresentações orais de projetos que abordam a questão da comunicação na cultura digital.

Protocolo de colaboração Atopos e ICNOVA

A interface colaborativa será constituída por equipas do Centro de Pesquisa Atopos e do ICNOVA, com especificações afins e com algum trabalho de cooperação e colaboração mútua no passado. Esta plataforma permitirá a constituição de equipas de ambos os centros para o desenvolvimento de projetos competitivos, organização de seminários ou conferências, prestação de serviços à comunidade, ou outros, sempre que seja do interesse de ambas as partes.