Investigadores do ICNOVA publicam análise sobre o Espaço Cultural Iberoamericano

Francisco Rui Cádima, Luís Oliveira Martins e Ricardo Neves acabam de publicar o artigo “Retrasos y asimetrías en el desarrollo de las TIC: para una sociedad del conocimiento iberoamericana sostenible, plural e inclusiva”. O trabalho foi publicado no Informe sobre El Estado de la Cultura en España y el Espacio Cultural Iberoamericano (Coord: Enrique Bustamante), pp. 75-86. Trata-se de uma edição do Observatorio de Cultura y Comunicación, editado pela Fundación Alternativas de Madrid.

Resumo:

O desenvolvimento da sociedade do conhecimento traz consigo vantagens notáveis para os países mas também traz riscos significativos de desequilíbrios e desigualdades em cada sociedade e à escala internacional. O caso ibero-americano mostra importantes avanços nesse sentido, mas também fortes divergências entre nações, atrasos notáveis e inconsistências internas. Agendas digitais internacionais e programas de cooperação para os países da América Latina e da Europa constituem uma boa oportunidade para avançar neste domínio.

O artigo pode ser consultado aqui.

Retrasos y asimetrías en el desarrollo de las TIC

O relatório pode ser obtido aqui.

2018-06-08T11:25:37+00:00Maio 21st, 2018|Categories: ICNOVANotícias|