Re-enquadrando os encontros coloniais fotográficos com a artista Cecilia Järdemar

O projeto Photo Impulse (PTDC/COM-OUT/29608/2017) organiza, no dia 9 de maio, o seminário sobre as problemáticas do arquivo fotográfico e fílmico colonial, objeto de estudo da investigação. Neste seminário debatemos as principais questões que enfrenta quem reabre este arquivo visual, nomeadamente, como evitar reforçar estereótipos contidos nestas imagens, como mostrá-las, hoje, respeitando os sujeitos fotografados, na sua maioria colonizados e representados como subalternos? O que se perde se não mostrarmos estas imagens? O que se ganha? Como exibir fotografias e filmes que foram produzidas para contextos institucionais, e para circularem em fóruns mais restritos do que a forma da exposição “de arte” ou da sessão de cinema? Como descolonizar este arquivo e os seus olhares?

Convidámos a artista e investigadora da Konstfack University of Arts de Estocolmo, na Suécia, para partilhar connosco a sua experiência enquanto artista e investigadora no arquivo de imagens de colonos suecos no Congo, que produziram fotografias naquele contexto colonial na viragem do século XIX para o XX, no sentido de dar algumas respostas a estas questões éticas e políticas.

O seminário decorre no dia 9 de maio, a partir das 10 horas, no Auditório Manuel Valadares, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, e requer inscrições para o email icnova@fcsh.unl.pt. O programa completo pode ser consultado neste site.

Cecilia Järdemar é uma artista sueca, com ascendência portuguesa, doutorada em Fotografia pelo Royal College of Art, da Suécia, com uma carreira internacional. Os seus trabalhos fotográficos, de performance e de video já foram mostrados na Suécia, em Israel, no México, na Suíça, na Russia, no Reino Unido e na Alemanha, e as suas publicações têm a chancela da Whitechapel Gallery e da editora Riding House, entre outras. Nos últimos dois anos, tem trabalhado em colaboração com os/as artistas Anna Ekman e Freddy Tsimba, e em conjunto realizaram a curadoria de exposições no Musée d’Art Contemporain em Kinshasa, no Gävle Konsthall, no Centre of Photography de Estocolmo e no Jönköpings Länsmuseum. A coincidir com a inauguração, em junho de 2019, da próxima exposição conjunta, no Kalmar Konstmuseum, o grupo de artistas vai publicar uma monografia sobre os seus mais recentes trabalhos. Järdemar  é professora na Konstfack University of Arts, de Estocolmo, e é artista residente na Linneaus University, durante a Primavera de 2019.

2020-04-06T22:13:21+00:00Abril 11th, 2019|Categories: #CAConferências, GI CM&A, ICNOVAEventos|