“90 Segundos de Ciência” vence Prémio Gulbenkian Conhecimento 2019

O programa “90 Segundos de Ciência”, uma iniciativa da NOVA FCSH e do ITQB NOVA, venceu o Prémio Gulbenkian Conhecimento 2019, no valor de 50 mil euros. A cerimónia de entrega dos prémios vai ter lugar esta sexta-feira, na Fundação Calouste Gulbenkian.

Coordenado por António Granado, Paulo Nuno Vicente e Joana Lobo Antunes, docentes da NOVA FCSH e investigadores do Instituto de Comunicação da NOVA (ICNOVA), o programa foi lançado em novembro de 2016 e, todos os dias, apresenta um perfil de um cientista português em apenas 90 segundos.

A equipa do programa conta ainda com Adriano Cerqueira, responsável pelas entrevistas e pela produção, Luís Morgado, designer do ITQB NOVA, e Paulo Castanheiro, aluno de doutoramento da NOVA FCSH e responsável pela sonoplastia.

Desde o seu início, o programa já transmitiu mais de 660 episódios, duas vezes por dia: às 10h58 e às 18h58, sempre na Antena 1. A Novartis e o Santander Universidades são os patrocinadores da iniciativa.

Na cerimónia vai ser também entregue o Prémio Calouste Gulbenkian 2019, no valor de 100 mil euros, ao escritor líbano-francês Amin Maalouf pela sua capacidade de “apresentar pistas para que europeus e árabes possam cooperar na construção de um mundo melhor, no respeito pelo Estado de Direito e os Direitos Humanos”, acrescenta a organização.

Já a APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima vence o Prémio Gulbenkian na categoria Coesão e o Teatro Metaphora – Associação de Amigos das Artes na área da Sustentabilidade.

2020-04-07T16:09:55+00:00