Oficina Parquear Bando Lisboa | 26 de Julho NOVA FCSH

A convite da Professora Carla Fernandes, coordenadora do projeto Blackbox, a coreógrafa Thembi Rosa orientará na próxima sexta-feira, 26 de Julho, a oficina Parquear Bando, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa.

Parquear Bando é uma intervenção urbana realizada desde 2015 pelo Parquear Dança Multiplex, proposta por Margo Assis e Thembi Rosa com a participação de convidados.

Experimentar a utilização dos bambus como um dispositivo para a desaceleração, equilíbrio e composição. Uma coreografia nómada, múltipla, e engajada em estabelecer itinerários conectivos, percebendo o próprio corpo, compondo com a cidade, com os outros e com tudo aquilo que nos atravessa.

A participação está aberta a todos os interessados. Não é necessário ter experiência prévia em dança.

Detalhes do evento
Data: Sexta, 26 de Julho de 2019
Local: Esplanada da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – NOVA FCSH em direção aos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian
Av. Berna, 26
Horário: 17h às 20h

Podem confirmar a presença através do evento do Facebook ou por email: thembirosa@gmail.com

 
 

Motion Bank Lab Brazil
Em Maio de 2019, realizamos o Motion Bank Lab Brazil em Belo Horizonte: https://www.facebook.com/events/333665037501058/

Está disponível uma publicação online piloto referente às 3 obras pesquisadas ao longo do Lab:
http://www.sdela.dds.nl/motionbank/brazillab2019/#/

:::

Thembi Rosa
Dançarina, coreógrafa, pesquisadora e produtora. Desde 2000 desenvolve projetos em parceria com o duo musical O Grivo O Grivo e artistas convidados (Propriocepção; Ajuntamento; Confluir; Verdades Inventadas; 1331, dentre outros). Em 2011, lançou a pesquisa Parâmetros em Movimento com o matemático Manuel Guerra, que atua no desenvolvimento de softwares e na criação de interfaces digitais para interação ao vivo entre dança, softwares, sons e imagens. Com Lucas Sander desenvolve projetos de videdança e videomapping. Integra o Dança Multiplex, com Margô Assis e Renata Ferreira, e junto a Kênia Dias, iniciaram em 2011 a intervenção urbana Parquear (2011-2014) e Parquear Bando (2015). Faz parte da Casamanga, espaço dedicado as artes e saúde em BH, onde propõe oficinas, eventos e ministra aulas de Gyrotonic.
Seus trabalhos foram viabilizados pelo Filme Minas (2011); Rumos Dança (2004; 2012-2014); Prêmio Funarte Klauss Vianna (2002;2008;2011) e apresentados no: FID, Horizontes Urbanos (BH), Enartci, Festival Panorama (RJ); SESCs (SP), Festival de Dança de Recife; Bienal de Dança do Ceará; Múltipla Dança (SC), Inhotim (MG), MAM (BA), MAMAM (PE); Núcleo do Dirceu (PI); FILE (SP, RJ, BH); FIDCU (Uruguai); ? Como encender un fósforo (México). Participou de residências artísticas no México, Portugal, Viena e Bruxelas. Em 2016, realizou o Choreograhic Coding Lab, CCL7 em BH com Scott deLahunta e Mio Loclair (Alemanha) e residências com Alma Quintana (México), Patricia Kuypers e Franck Beaubois (França). Em 2019, realizou em parceria com Scott deLahunta o Motion Bank Lab Brasil com a participação de pesquisadores e artistas nacionais e internacionais.
Doutoranda na linha de pesquisa Poéticas Tecnológicas, bolsista Proex|Capes na EBA/UFMG e Mestre em Dança pelo PPG-dança da UFBA.
http://www.dancamultiplex.com.br
2020-04-07T11:31:17+00:00