Imagens fotográficas : Possíveis histórias, com Alzira Tude de Sá | 27 fev. CAN

O GI Cultura, Mediação e Artes (CM&A) do ICNOVA, coordenado por Teresa Mendes Flores, promove no próximo dia 27 de fevereiro, sala 217 (15h) do Colégio Almada Negreiros/NOVA FCSH  o primeiro “Encontros Imediatos, partilha de pesquisas em comunicação” com a professora Alzira Tude de Sá, da Universidade Federal da Bahia. intitulado Imagens fotográficas : Possíveis histórias.

A investigadora está a acabar o período de estadia em Portugal, onde esteve a desenvolver investigação no ICNOVA, com orientação de Margarida Medeiros, no projeto de investigação de pós-doutoramento intitulado “Além da Casa do Rio Vermelho, as relações do escritor Jorge Amado em terras portuguesas – um estudo sobre a fotografia como mediadora cultural: objetos, patrimônio e memória”.

O encontro propõe-se a apresentar e discutir sobre a potência das imagens fotográficas como elementos discursivos representativos da história e da memória que, inseridas no conjunto de mediadores culturais participantes do processo de construção do conhecimento, dão margem à ressignificação e criação de narrativas. Evidencia a representação dos objetos e seu lugar privilegiado na biografia dos sujeitos ao eleger, como modelo, as imagens fotográficas da casa do escritor Jorge Amado, registradas no livro Rua Alagoinhas 33, Rio Vermelho. 

Bio

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia – UFBA (2015), bolsista CAPES – bolsa sanduiche na Universidade Nova de Lisboa. É Mestre em Estudo de Linguagens: Leitura, Literatura e Identidade pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB (2006). Formou-se em Biblioteconomia e Documentação (1970) e em Jornalismo (1971) pela UFBA.

É professora do Curso de Arquivologia, do Instituto de Ciência da Informação da UFBA, desenvolvendo atualmente estudos teórico-epistemológicos sobre Fotografia. Publicou o livro Mediação fotográfica revela o lugar da intimidade: a casa de Jorge Amado (2019).

2020-03-30T11:16:17+00:00