CfP: Revista de História da UEG // “A fotografia em instituições de memória: experiências no Brasil e em Portugal”

Até 31 de maio, a Revista de História da UEG está a receber artigos inéditos para para o Dossier “A fotografia em instituições de memória: experiências no Brasil e em Portugal”, coordenado por Rogério Pereira de Arruda (UFVJM) e Ana Gandum (ICNOVA).

Organizadores do Dossiê:

Rogério Pereira de Arruda (UFVJM)
Ana Gandum (ICNOVA)

PRAZOS DE SUBMISSÃO:

Artigos de Tema Livre e outros: Fluxo Contínuo
Dossiê: 31 de maio/2020

Há algumas décadas, a fotografia foi incorporada aos campos de estudo da História, da Antropologia, da Comunicação e das Artes. De acordo com balanço historiográfico realizado por Ana Mauad¹, os estudos, ao tomarem a fotografia como objeto e fonte de investigação, têm possibilitado significativos avanços nas reflexões sobre diversos temas: as formas de linguagem, as maneiras de representação do mundo social, o modo como as imagens amparam vivências individuais e coletivas, bem como a influência da imagem nas formas de percepção do espaço e do tempo. As pesquisas, em suas diferentes vertentes teóricas, têm refletido tanto a respeito dos modos de produção das imagens, como de suas formas de circulação e de apropriação social. Nesse sentido, o dossiê “A fotografia em instituições de memória: experiências no Brasil e em Portugal” pretende abrigar artigos que expressem reflexões contemporâneas em torno da fotografia como documento de arquivo, bem como trabalhos que problematizem a atuação de instituições que abrigam acervos fotográficos, tais como centros de documentação e de estudos, institutos, museus, casas-museu e arquivos. O tema em questão apresenta igualmente uma oportunidade para reunir e difundir trabalhos como: 1) históricos sobre o ingresso das fotografias nas instituições de memória; 2) problematização das diferentes formas de apropriação de acervos fotográficos tanto pelas instituições de guarda, como por historiadores, antropólogos, comunicólogos, artistas; 3) discussões sobre a fotografia como um artefato visual e material que possui uma história dentro e fora das instituições de memória; 4) abordagens sobre a relação dos fotógrafos e fotógrafas com seus acervos; 5) reflexões sobre os desafios trazidos pela cultura digital para a gestão dos acervos, especialmente a fotografia digital.

Deseja enviar contribuições? Convidamos todos a ler as políticas das seções disponíveis nas Diretrizes para autores.

_________________________________________________________

¹MAUAD, Ana Maria. Sobre as imagens na História, um balanço de conceitos e perspectivas. Revista Maracanan, Rio de Janeiro, v. 12, n . 14, p. 33-48, jan/jun. 2016. Disponível em: < http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/maracanan/issue/view/1194/showToc>. Acesso em 28 out. 2017.

Toda a informação aqui.

2020-05-01T09:51:14+00:00