ICNOVA EM TELETRABALHO

De acordo com o Despacho n.º 18/2020 do Diretor da FCSH – Reinício das atividades presenciais na NOVA FCSH, e no seguimento do levantamento do Estado de Emergência decretado pelo Presidente da República, considerando o Despacho Reitoral n.º 130/2020, de 30 de abril, o Diretor da FCSH determinou “que a NOVA FCSH retoma, a partir do próximo dia 4 de maio, as suas atividades presenciais de uma forma faseada, cumprindo escrupulosamente as normas de prevenção de transmissão da infeção determinadas pela Universidade Nova de Lisboa (cf. Despacho Reitoral n.º 130/2020 e respetivos anexos):
Despacho Reitoral Nº122 / 2020: Levantamento Faseado das Medidas de Contenção na Universidade Nova de Lisboa
Anexo 1: Plano Geral do levantamento das medidas de contenção e reactivação faseada das actividades presenciais
Anexo 2: Uso de Máscara

De acordo com o Despacho do Director da FCSH, “os serviços que fazem atendimento ao público, nomeadamente de apoio a estudantes, docentes e investigadores, funcionarão de segunda a sexta-feira, adotando horários reduzidos a determinar de forma articulada entre serviços; as equipas de cada serviço funcionarão numa modalidade de trabalho mista (teletrabalho e presencial), numa lógica de rotatividade”. Neste contexto, o ICNOVA mantém a suspensão dos seus eventos científicos e reuniões presenciais agendadas para as próximas semanas. O ICNOVA tem estado a dar apoio a todas as atividades e questões dos investigadores, através dos contactos habituais, e através dos Coordenadores de GIs e Labs. No caso dos doutorandos estamos também disponíveis, tutores, orientadores e coordenação dos cursos, para dar todo o apoio sempre que necessário.
Nesta fase de levantamento faseado do regime de contenção vamos assim continuar sobretudo em regime de teletrabalho, recorrendo às plataformas digitais e aos sistemas de videoconferência para o necessário trabalho dos GI’s e Labs.

2020-07-06T19:06:05+00:00