Taiana Catharino no Congreso Micromachismos e na conferência Redes Digitais e Culturas Ativistas

Taiana Catharino, doutoranda do ICNOVA participou no dia 2 de outubro, no Congreso Micromachismos com a comunicação e artigo “Redes Online – Empoderamiento y Misoginia” (ver no YouTube).

Esta apresentação problematiza as crescentes oportunidades de participação que as novas tecnologias promovem para a exposição de narrativas autobiográficas de mulheres na sociedade contemporânea profundamente mediada. Por um lado, a arquitetura das redes online, que proporcionam um certo grau de anonimato, facilita a desinibição e a publicidade da privacidade, permitindo expor as experiências de mulheres que questionam a cultura machista e o controle da sociedade patriarcal sobre seus corpos, por outro esta mesma arquitetura proporciona liberdade de expressão que, associada, em alguns casos, à ausência de civilidade, legitima uma cultura misógina, racista, homofóbica, xenófoba, preconceituosa e discriminatória que reafirma o pior das estruturas sociais normativas, para às vezes sob o pretexto de proteger a liberdade de opinião

Participou ainda na webconferência Redes Digitais e Culturas Ativistas com a comunicação “A (re)construção do ‘eu’ por meio de narrativas autobiográficas nas redes sociais”. Esta apresentação debate a importância das mídias sociais para o desenvolvimento do conhecimento sociopolítico e a formação do “eu”. Argumenta-se que contar histórias pessoais nas mídias sociais capacita as pessoas a serem quem elas desejam de acordo com suas próprias convicções, permitindo-lhes abordar suas preocupações sociopolíticas na vida cotidiana. As evidências mostram que a narrativa de histórias pessoais nas redes sociais surge como uma possibilidade de exposição, uma arena de afirmação da realidade, (re)construção de identidade e, consequentemente, uma prática de empoderamento quotidiano.

2020-10-29T22:07:50+00:00