Investigadoras do ICNOVA no congresso Gender and Media International Conference: Challenges of Beijing + 25

Carla Martins, Rita Basílio de Simões, Filipa Subtil e Maria João Silveirinha integram comissões do Congresso Internacional Género e Média: desafios de Pequim +25” que decorre online nos próximos dias 2 e 3 de dezembro.

Completa-se este ano um quarto de século sobre a Declaração e Plataforma de Ação de Pequim. Vários desenvolvimentos no desenho da promoção da igualdade, desenvolvimento e paz para as mulheres no mundo são atribuídos a este instrumento aprovado em 1995, na IV Conferência Mundial sobre as Mulheres, e que se mantém como uma referência para a comunidade internacional. A Plataforma e os documentos decorrentes das suas revisões representam um legado que se consubstancia num conjunto de objetivos estratégicos, acompanhados da definição das ações necessárias para os atingir, em doze áreas consideradas prioritárias. Uma dessas áreas é “Mulheres e média” (Área J), tema nuclear do Congresso Internacional Género e Média: desafios de Pequim + 25, que surge de uma iniciativa conjunta do Grupo de Trabalho em Género e Sexualidades da Associação Portuguesa das Ciências da Comunicação (SOPCOM) e do Research and Policy Committee da GAMAG – Global Alliance on Media and Gender, em parceria com a Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres (APEM), a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC) e o Global Media Monitoring Project (GMMP).

O principal objetivo do presente Congresso é fazer o balanço dos progressos alcançados desde a adoção do histórico documento e pensar uma agenda de investigação e ação transnacional no âmbito das Mulheres e média para os próximos anos.

Sem necessariamente excluir contributos em outros domínios, a comissão organizadora incentivou a submissão de propostas que reflitem teórica, metodológica e empiricamente as seguintes áreas: 

  • Ativismos, espaço público e feminismos
  • Desafios dos estudos de género
  • Direitos humanos das mulheres
  • Género, organizações mediáticas e políticas da comunicação
  • Género e representações mediáticas
  • Género e sexualidades
  • Género, públicos e consumos mediáticos
  • Impactos da pandemia de COVID-19
  • Interseccionalidade, comunicação e cultura
  • Masculinidades e média
  • Mulheres e comunicação 
  • Mulheres e jornalismo
  • Tecnologias digitais e género
  • Violências de género e média

+ info: https://gmbeijing25.wordpress.com/english-version/

 

2020-11-19T18:02:18+00:00