Novo Curso do ICNOVA! Escrita de Textos de Opinião com Bárbara Reis (jornalista do Público)

Em Janeiro o ICNOVA dinamiza uma formação centrada na escrita e análise de textos de opinião, com Bárbara Reis. É uma oportunidade para pensar, debater e praticar as modalidades do discurso persuasivo aplicado ao contexto contemporâneo. Numa sociedade cada vez mais atravessada por discursos estratégicos, alguns deles marcados por lógicas manipulatórias e desinformativas, é crucial aumentar a consciência crítica sobre a qualidade e a validade dos argumentos utilizados. O curso trabalha ainda ferramentas práticas que ajudarão todos os que, em contextos académico ou jornalístico, precisam de veicular ideias e projetos com qualidade e foco.  

ESCRITA DE TEXTOS DE OPINIÃO

CARGA HORÁRIA

5 aulas de 2h = total 10h
Datas: Dias 11, 12, 18, 19 e 25 de janeiro 2021 das 9h às 11h (manhãs)
Curso organizado pelo ICNOVA com sessões à distância 

Inscrição: Formação gratuita, por ordem de inscrição, com prioridade para membros do ICNOVA. Para inscrição, preencher o formulário https://forms.gle/QNcgxX6N5st1a6FX9

DESTINATÁRIOS

Investigadores, docentes, estudantes, jornalistas, público em geral 

OBJECTIVOS DE APRENDIZAGEM E CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Aumentar as competências de escrita, com exposição e experimentação de técnicas e ferramentas aplicáveis a todo o tipo de textos, particularmente vocacionadas para a escrita de textos de opinião nos media.

Os formandos deverão terminar o curso conscientes de que escrever é mais do que talento, inspiração e saber. Escrever é um processo, exige trabalho e método. Para escrever um bom texto — persuasivo, distintivo e relevante — há estratégias e técnicas decisivas. Aplicá-las, dará aos formandos aptidões de escrita úteis na sua vida académica, mas também na produção de textos nos media.

O curso inclui componentes expositivas, que cobrem um amplo arco temporal de reflexões e conselhos sobre bem escrever. Dos clássicos da Antiguidade, como Cícero, aos escritores modernos, como George Orwell (que nos anos 1940 tanto se queixou da “falta de imaginação e falta de precisão” do que lia), os formandos deverão tomar conhecimento da longa tradição de reflexões sobre a necessidade da qualidade da escrita.

Para tal, as aulas serão organizadas em torno de cinco tópicos:

  1. como começar um texto: a importância de saber o que queremos escrever
  2. como organizar um texto: a importância de pensar na audiência e na voz que vamos usar
  3. como reforçar a argumentação: a importância de mostrar e não apenas dizer
  4. como terminar um texto: o último parágrafo é tão importante como o primeiro
  5. como editar e reescrever: cortar as ervas daninhas

 

METODOLOGIA

Aulas expositivas combinadas com exercícios práticos, focados em atividades de escrita, análise e discussão de textos. A parte expositiva é de 1h, seguida de 1h de aula prática.

Trabalharemos a partir de textos publicados, clássicos e contemporâneos. Vamos escrever inícios de texto, cortar palavras a mais, identificar ideias e argumentos, e responder às três perguntas essenciais de um texto

 

Nota curricular

Bárbara Reis (Lisboa, 11 Julho 1969 / breis@publico.pt) licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa e é jornalista desde 1989. Foi dois anos estagiária no Expresso e em 1989 integrou a equipa original do Público como jornalista da secção de política internacional. Cobriu eleições, esteve na Somália no início da guerra civil e escreveu muito sobre sida. Entre 1995 e 2000, foi correspondente do Público em Nova Iorque, EUA. Entre 2000 e 2002, trabalhou na missão de paz da ONU em Timor-Leste como porta-voz de Sérgio Vieira de Mello, líder da UNTAET. Nos dez anos seguintes, foi editora da secção de Cultura, do caderno P2 e executiva da direcção. Entre 2009 e 2016, foi directora do PúblicoDesde então, é redactora principal do jornal e assina uma coluna semanal de opinião. Deu cinco cursos de Escrita de Textos de Opinião no Instituto para as Políticas Públicas e Sociais, IPPS-ISCTE-UL e um no ICS-UL. É autora de dois livros: O Negociador – Revelações Diplomáticas sobre Timor-Leste, 1997-1999 (Dom Quixote, 2019) e Um Dia Normal na Era Digital — Ética, Valores e Política (Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2020).



 

2021-04-10T16:39:19+00:00