[Nova data] Chamada de Comunicações para a II Conferência Ibero-Americana de Place Branding

O ano 2020 ficou marcado por uma nova epidemia que fez com que gestores de marcas territoriais em todo mundo repensassem as suas decisões estratégicas. Para diferentes públicos-alvo emergiram novas prioridades que contribuíram para uma reconfiguração da oferta e das mensagens. Mas tem sido a capacidade e a velocidade de diferentes instituições e organizações de se adaptarem a uma nova realidade que tem permitido atenuar o impacto da epidemia Covid-19 em diferentes sectores económicos e sociais, agora mais dependentes de investimento.

Como pudemos comprovar na primeira edição, as marcas geográficas têm uma complexidade e uma abrangência imensa. A questão da gestão de marcas geográficas, ou o Place Branding, envolve áreas científicas tão díspares como a comunicação, o marketing, a sociologia, o turismo, o urbanismo, a geografia, o design, as relações públicas, a diplomacia, as relações internacionais.

Esta segunda Conferência Ibero-Americana de Place Branding, feita em parceria com a Universidade Europeia e IPAM, tem o objetivo de dar continuidade aos propósitos da primeira: reunir, explorar, debater e dar a conhecer a investigação na área do Place Branding em países de língua portuguesa e espanhola. A língua oficial será o português e espanhol.

Em virtude da complexidade e da abrangência das marcas geográficas a conferência está alinhada e organizada em três temáticas: City Branding, Destination Branding, Nation Branding.

City Branding: As cidades são realidades complexas quer pela abrangência dos seus públicos-alvo, bem como pelo número de atores públicos e privados que operam no território. O desenvolvimento de uma estratégia de marca para cidades, pode ser visto como um mecanismo de alinhamento de estratégias dos diferentes atores.  Comunidades locais, populações residentes e urbanismo são alguns dos elementos que deverão estar sempre presentes no desenho das estratégias das marcas cidades. Enquadram-se nesta temática todas as apresentações inerentes ao desenvolvimento e gestão de marcas cidades.

Destination Branding: o turismo tem uma natureza e um funcionalmente único e, para a generalidade dos países, é uma das maiores indústrias exportadores. Países, regiões e cidades trabalham as suas marcas para diferenciarem a sua oferta, atrair turistas e simultaneamente garantir a satisfação com o consumo. Enquadram-se assim nesta temática as investigações que lidam com a localidade enquanto destino turístico.

Nation Branding: aceitam-se trabalhos que explorem, do ponto de vista teórico ou prático, o conceito de “marca país”, isto é, a reputação de um país e da sua população nas diferentes dimensões (cultura, administração, pessoas, exportações, turismo, investimento e imigração), e a sua influência nos processos de public diplomacy.

Data limite para submissão de propostas: 5 de março  1 de julho de 2021, para placebrandingicnova@gmail.com
Notificação aos autores com comunicação aceite: 15 de julho de 2021.
Early bird / 1ª Fase — Data limite para inscrições de autores com comunicação aceite e para inscrições gerais (participantes sem comunicação): 15 de maio  15 de agosto de 2021.
Late bird / 2ª Fase — Data limite para inscrições de autores com comunicação aceite e para inscrições gerais (participantes sem comunicação): 30 de maio 30 de agosto de 2021
Envio de artigos finais: 15 de junho 15 de setembro de 2021.
Conferência: 30 de setembro a 1 de outubro de 2021

toda a informação em https://www.icnova.fcsh.unl.pt/placebranding2021/ 

2021-03-18T11:16:49+00:00