Conferência de Marisa Torres da Silva: “Jornalismo, participação e discurso de ódio” | 26 de março, 14h

No âmbito do Ciclo de Conferências do ICNOVA, destinado aos alunos dos programas de doutoramento associados ao instituto, Marisa Torres da Silva, Professora Auxiliar da NOVA FCSH e investigadora do ICNOVA, apresentará na próxima sexta-feira dia 26, às 14 horas, em sessão por Zoom, uma conferência subordinada ao tema “Jornalismo, participação e discurso de ódio”.

Embora sendo um Ciclo e uma Unidade Curricular destinada a alunos de doutoramento dos programas associados ao ICNOVA, alunos de outros cursos de doutoramento interessados em seguir esta conferência poderão fazê-lo, devendo inscrever-se aqui até à próxima quinta-feira, dia 25 de março (16h). O link Zoom será divulgado até ao final de quinta-feira.

Jornalismo, participação e discurso de ódio 

O crescente alargamento das formas de participação do público no âmbito dos media mainstream, que inclui a produção de novos espaços de debate e de comunicação pública, bem como potencialidades ao nível da intervenção na atividade jornalística, tem colocado inequívocos e diversos desafios às organizações jornalísticas. De entre os vários modos de participação das audiências nos media noticiosos tradicionais, os comentários dos leitores às notícias são o veículo participativo mais utilizado. Trata-se, porém, de um espaço particularmente permeável a mensagens e comportamentos enquadrados no discurso de ódio (um conceito particularmente difuso e pouco consensual). Procuraremos, pois, nesta sessão, enquadrar a relação entre jornalismo, audiência e discurso de ódio online a partir de um projeto de investigação recente.

Marisa Torres da Silva é Professora Auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (NOVA FCSH) e investigadora integrada do Instituto de Comunicação da NOVA (ICNOVA). Com doutoramento em Ciências da Comunicação pela mesma universidade, os seus estudos têm-se centrado na área dos estudos dos media e jornalismo, em particular, na relação entre jornalismo, democracia e público. Nos últimos anos, tem trabalhado temas como discurso de ódio, jornalismo participativo, diversidade e pluralismo nos media, género e produção noticiosa, ou consumo de notícias.

 

 

2021-03-26T15:55:23+00:00