Seminário performance & cognição discute “des)formato da conferência-performance como interstício paradisíaco entre pensamento e artes”

No próximo dia 20 de julho, pelas 18h00, terá lugar o próximo Seminário Performance & Cognição do Instituto de Comunicação da NOVA. Nelson Guerreiro, antigo docente na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha e atualmente performer, é o convidado; “O (des)formato da conferência-performance como interstício paradisíaco entre pensamento e artes” é o tema. A apresentação estará a cargo de Cláudia Madeira (NOVA/ FCSH/ICNOVA).

Partindo do (des)formato da conferência-performance e da sua genealogia transdisciplinar, propõe-se nesta comunicação explorar essa modalidade híbrida que cruza as artes performativas e visuais nesse interstício denominado arte da performance com o pensamento, teoria e literatura nos seus modos convencionais de se expressar e partilhar ao(s) Outro(s): conferências, também desdobráveis em palestras, aulas abertas e afins.

Este (des)formato da conferência-performance cria, num paradoxo delicioso e desejante, uma zona de conforto, quer a artistas, quer a pensadores e teóricos que, saindo das suas zonas de conforto, se aventuram em promover encontros inusitados a partir de uma deslocação do formato da conferência até aos seus limites entre conhecimento, artes e a noção de performatividade.

Deste modo, e através de exemplos concretos de conferências-performance proferidas e performatizadas por artistas e por teóricos – confessando alguma fricção com essas divisões e perfis puros – procurar-se-á relevar o modo como este (des)formato possibilita a criação de um campo fértil que demonstra a co-existência infinitamente extensível até aos limites da nossa imaginação entre manifestações singulares da nossa subjectividade.

Ao abordar e interrogar um (des)formato que aproxima a teoria da prática e vice-versa, esta proposta possibilita o tráfico entre a escrita e os contextos performativos, contribuindo para o hibridismo e para a afirmação de géneros artísticos intermédios, assim como para a exploração da narratividade através do gesto e do movimento a partir de palavras e, claro, vice-versa. (Nelson Guerreiro 2021)

 

Nota Biográfica

Nelson Guerreiro nasceu em 1974, em Lisboa.  Em 2021 voltou-se para a criação: desse movimento desenvolveu vários projectos individuais e colectivos nos campos do teatro, arte da performance e literatura.

A partir de 2014, formou com Filipa Brito a dupla artística Vaivém. Têm desenvolvido um projecto sobre coleccionismo nas Artes, intitulado “Colecção Privada” que teve como primeiro artista convidado: Vasco Araújo.

Em 2018, co-fundou a Associação Cultural BÓIA com Filipa Brito e co-dirigem artisticamente o Festival PARAGEM: práticas artísticas contemporâneas em época balnear desde 2019.

Neste momento, investiga e disserta sobre ”O (Des)Formato da Conferência-Performance como Interstício Paradisíaco entre Pensamento e Artes”.

Em suma, Nelson Guerreiro é autor, professor, investigador, performer, programador cultural, etc. É o contexto onde intervém que o define perante a sua natureza múltipla.

A sessão decorrerá através da plataforma Zoom.

Entrar na reunião Zoom
https://videoconf-colibri.zoom.us/j/81085421657?pwd=KysyR0U1akE1ZjFyNDFCemxmbDIxZz09

ID da reunião: 810 8542 1657
Senha de acesso: 937581

2021-07-09T17:19:34+00:00