Residência Artística pela primeira vez em Portugal com Carlos Simioni (BR) e Stephane Brodt (BR)

Últimos dias da Open Call para a Residência Artística Internacional: Entoar o Corpo Sensível, que recebe candidaturas até 31 de julho de 2021. A Residência decorre entre os dias 23 e 30 de setembro de 2021, com sessões de trabalho na Companhia Olga Roriz, e sessão aberta ao público, seguida de roda de conversa na Casa do Coreto.

A residência internacional inédita em Portugal, conta com a orientação dos artistas Carlos Simioni e Stephane Brodt – que desenvolveram a metodologia do Corpo Sensível no Brasil -, acompanhados dos artistas locais Gustavo Antunes, Julia Medina e Miriam Freitas, atores e investigadores fundadores do L.A.P.- Laboratório de Artes Performativas. O encontro prevê a participação de 10 artistas selecionados por convocatória aberta, cujas candidaturas são até 31 de julho.

A chamada dirige-se a atores, bailarinos, encenadores, coreógrafos e investigadores das artes cénicas interessados por um trabalho de sensibilização do corpo e pela exploração do canto e do cantar como vias para um encontro com o outro e para a potencialização da presença em cena. As sessões são conduzidas em português.

Esta iniciativa integra o Programa do IBERCENA, tendo sido selecionada em sua primeira edição em Portugal. Para sua realização conta também com o apoio da Fundação GDA, do ICNOVA e FCSH da Universidade NOVA de Lisboa, e do Pólo Cultural Gaivotas. E tem como parceiros o Amok Teatro e Lume Teatro (UNICAMP).

Há 3 vagas a 50 euros para pessoas da NOVA/FCHS.

Mais informações: site

Siga-no Instagram @lapartesperformativas

Evento no facebook

Foto: Marta Viana

2021-08-03T09:11:44+00:00