Epistemologies of Vision in the Colonial Visual Archive /Epistemologias da visão no arquivo visual colonial

O projeto Photo Impulse organiza uma série de webinários para refletir sobre a construção dos saberes e os conceitos mobilizados pelas imagens produzidas e postas a circular por diversos agentes dos antigos impérios, com destaque para o caso português mas também britânico e francês. Procura-se pensar modos decoloniais de abordar esse arquivo visual.

O programa abre com o consultor do projeto, professor Richard Cleminson do departamento de Estudos Hispânicos, Universidade de Leeds, na quarta-feira, 13 de outubro às 15:30, via Zoom. O Professor Cleminson abordará o tema  “Races and their places: metropolitan and colonial orders in Portugal and the Portuguese Empire”. A sessão decorre em língua inglesa e basta aceder ao link em baixo.

Aceder em:

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/82908483525?pwd=dUwzcE5KRTVNR3BmYTdtQmUvZkFtUT09

Mais informação sobre o programa, consultar website do projeto, aqui (https://www.photoimpulse.fcsh.unl.pt/)

Resumo 

As raças e os seus lugares: ordens metropolitanas e coloniais em Portugal e no Império Português”

Nesta discussão exploratória, analisarei como as dimensões raciais dos portugueses na metrópole e dos indígenas no Império se cruzaram de formas complexas, principalmente na primeira metade do século XX. A apresentaçãoservirá para desconstruir categorias de centro e periferia, “pureza” racial e os aspetos internos / externos do império. Serão destacados vários estudos de caso, incluindo a tentativa de localizar os “verdadeiros” portugueses no centro de Portugal através da biotipologia, os portugueses puros e leais de Timor, o papel da ciência do sangue na identificação das diferentes raças e o papel dos mestiços em defender ou ameaçar os valores do Império Português.

BIO: Richard Cleminson é Professor de Estudos Hispânicos na University de Leeds, Reino Unido. Tem publicado sobre a história da sexualidade na Península Ibérica, concentrando-se na história da eugenia, homossexualidade e temas relacionados com o movimento operário. As suas publicações mais recentes incluem Catholicism, race and empire: Eugenics in Portugal, 1900-1950 (Budapest/New York, 2014) e Anarchism and eugenics: An unlikely convergence (Manchester, 2019). Atualmente, está a trabalhar numa história do anticolonialismo em Portugal entre 1900 e 1940 e publicou sobre o tema: Anarchism and anticolonialism in Portugal (1919-1926): Mário Domingues, A Batalha and black internationalism”, in Journal of Iberian and Latin American Studies, 25(3), 2019, pp. 441-465.

 

2021-10-08T11:11:44+00:00