Capítulos de Livros 20172019-04-16T16:10:45+00:00

Capítulos de Livros
2019 | 2018 | 2017 | 2016 | 2015 | 2014 | 2013

Babo, M. A. P. S. (2017). On the Materiality of Writing and the Text. In Media Theory and Cultural Technologies (pp. 89 – 98). Cambridge Scholars Publishing.

Babo, M. A. (2017). Considerações sobre a máquina narrativa. In Narrativa e Media: Géneros, Figuras e Contextos (pp. 71-101). Imprensa da Universidade de Coimbra.

Baptista, C. (2017). Jornalismo Cultural em Portugal: retrato de uma década e projecções para o futuro. In A Cultura na Primeira Página: Uma década de Jornalismo (pp. 43-86). Escrit’orio Editora.

Barreto, A. M. (2017). Application of Facial Expression Studies on the Field of Marketing. In F. Magalhães (Ed.), Emotional expression: The brain and the face (pp. 163-189). Porto: FEELab Science Books.

Barroso, P. A. M. (2017). A discursividade entre o facto e a ficção. In F. Martins (Ed.), Trajetos da Narratividade : Ensaios sobre Narrativa, Média e Cognição. Porto: Universidade do Porto, Faculdade de Letras.

Cádima, F.R. (2017). A Cidade Biométrica. In Coutinho, I., e Pereira, A. (Orgs.), Comunicação e Cidade Espetáculo (pp. 27-36). São Paulo: Intercom.

Cádima, F.R. (2017). Salazar, o regime e a televisão: para uma arqueologia da ‘invisibilidade’ televisiva do ditador. In Garcia, J. L. Alves, T., e Léonard, Y. (eds.), Salazar, o Estado Novo e os Media. Lisboa: Edições 70, pp. 327-345.

Campos, I. (2017). Interactive Storytelling to Teach News Literacy to Children. In N. Nunes, I. Oakley, & V. Nisi (Eds.), Lecture Notes in Computer Science Interactive Storytelling. (Vol. 10690, pp. 347-350). Springer. https://doi.org/10.1007/978-3-319-71027-3_40.

Cascais, A. F. (2017). “Peter Friedman visto daqui” / “Peter Friedman seen from here”. In Catálogo do Queer Porto 3 – Festival Internacional de Cinema Queer (pp. 32-34). Lisboa: Queer Lisboa Festival Internacional de Cinema Queer.

Cascais, A. F. (2017). “Uma leitura queer da conferência “De mim” de Judite Teixeira”. In F. M. Silva, A. L. Vilela, M. L. Dal Farra, A. Rita, & A. M. Oliveira (Eds.), Judith Teixeira: Ensaios críticos. No centenário do Modernismo (pp. 85-115). Vizeu: Edições Esgotadas.

Cunha, I. F. (2017). Democracia e corrupção política mediatizada. In Comunicação e Política: tempos, contextos e desafios (pp. 65-90). Braga: CECS – Universidade do Minho.

Cunha, I. M. R. F. (2017). Des)continuidades: o sistema mediático lusófono. In I. F. Cunha, F. Castilho, & A. P. Guedes (Eds.), Ficção seriada televisiva seriada no Espaço Lusófono (pp. 15-42). LABCOM.

Ferreira, I. (2017). Entre a visibilidade total e o segredo imposto. Considerações sobre retórica judicial. In Lopes, E. (Coord.), Faces da Retórica. Coleção Formação Contínua. Lisboa: Centro de Estudos Judiciários, pp. 38-47.

Flores, M. T. (2017). Retratos de escritores na primeira página. In A cultura na primeira página: Uma década de jornalismo cultural na imprensa em Portugal (pp. 129-169). Lisboa: Escritório Editores.

Godinho, J. (2017). A minha vida não dava um filme: ensaio de desconstrução da reportagem entre a literatura e o jornalismo. In A. T. Peixinho, & B. Araújo (Eds.), Narrativa e Media: géneros, figuras e contextos (pp. 183-202). University of Coimbra Press. https://doi.org/10.14195/978-989-26-1324-6_7

Godinho, J. (2017). Os media são o oxigénio dos terroristas? – Reflexões sobre o amoque dos media e do terrorismo. In Matos, J. N.; Baptista, C.; Subtil, F.,  A Crise do Jornalismo. Lisboa: Deriva e Outro Modo, Le Monde Diplomatique.

Gomes, C. (2017). La Performance en Rede como Forma de Activismo. In Del Vale Rojas e Salgado Santamaria,  Nuevas Formas de Expression en Comunicacion. Ediciones Universitarias, McGraw Hill.

Jürgens, S., and Fernandes, C. (2017). Choreographic practice-as-research – Visualizing conceptual structures in contemporary dance. In Arlander, A. (ed.), Barton, B. (ed.), Dreyer-Lude, M. (Editor), Spatz, B. (Editor), Performance as Research: Knowledge, methods, impact (pp. 249-274). Routledge.

Omena, J. J., Rosa, J. M.., & Baldi, V. (2017). Atravessando a economia da atenção e dos likes. A Política das Plataformas Digitais. In H. Pires, M. Curado, F. Ribeiro, & P. Andrade (Eds.), Cibercultura : Circum-navegações em redes transculturais de conhecimento, arquivos e pensamento. Edições Humus.

Martins, A.C.(2017).  Where Comics and Movies Converge: Days of Future Present. In Francesco-Alessio Ursini ; Adnan Mahmutovic. Jefferson (Eds.), Future in Comics. NC: McFarland Press. p. 229.

Santos Silva, D.; Silva, M. T. (2017). Definições, tendências e marcas discursivas do jornalismo cultural. In Baptista, C. (org.) (2017), Cultura na Primeira Página (pp.87-108). Lisboa: Escrit’ório Editora.

Sílvia, P. (2017). Desterro – Desterritorializações na Dança/Performance Contemporânea: dois episódios recentes do contexto português. In Pais, Ana (2017), Performance na Esfera Pública. Lisboa: Orfeu Negro.

Sousa, J.P. (2017). A imprensa portuguesa durante a Monarquia: das origens a 1910. In Sousa, J.P.; Lima, H.; Hohlfeldt, A. e Barbosa, M. (orgs.) (2017), Uma História da Imprensa Lusófona Portugal (pp. 13-210). Lisboa. Media XXI.

Sousa, J.P.; Freitas, E. S.L. e Tuna, S. (2017). Diffusing political knowledge in illustrated magazines: A comparasion between the Portuguese O Panorama and the British The Penny Magazine in 1837-1844. In Palander-Collin, M.; Ratia, M. e Taavitsainen, I. (2017). Diachronic Developments in English News Discourse (pp 157-173)John Benjamins Publishing Company. Retrieved from: https://doi.org/10.1075/ahs.6.09sou